Orando, Velando e Trabalhando – Marcos 13:13-37

I – Velando – Qual a Necessidade de Permanecermos Velando? – I Ped. 4:7.

  1. Somos responsáveis pelo nosso preparo – verso 27. Porque Jesus avisou que voltaria verso 30.
  2. Porque não sabemos nem o dia nem a hora – verso 33,34.
  3. Temos que seguir as profecias e os sinais do tempo
  4. Não devemos estar adormecidos – versos 35,36; I Tess. 5:6-8.
  5. Os cuidados da vida não devem ultrapassar seus limites e subir ao nosso coração – Luc. 21:34.
  6. A oração deve nos habilitar a não cair quando estivermos em tentação – Mar. 14:34, 38.
  7. Velar porque o Diabo quer nos tragar – I Ped. 5:8.
  8. Velar para discernir as oportunidades de testificar de Cristo.
  9. Velar porque milhares de almas estão perdidas. – Heb. 13:7.
  10. a) Somos, pois, atalaias por Jesus. – Ez. 33:7.
  11. b) “Bem-aventurados o que vela”. – Apoc. 16:15.

II – Orando – Qual a Necessidade da oração? – Luc. 21:36.

  1. As mesmas causas de Velar são as mesmas de Orar
  2. Porque precisamos poder.
  3. Orar para receber o Espírito Santo e a chuva serôdia. – Zac. 10:1.
  4. Orar para que a obra seja concluida.
  5. Para o Pai enviar trabalhadores – Mat. 9:37,39; João 4:35.

III – Trabalhando – Qual a Necessidade de trabalhar?

  1. Jesus colocou sua obra em nossas mãos – temos que trabalhar – Mar. 13:34.
  2. Jesus nos deu um trabalho espiritual – temos que trabalhar – Mat. 28:18; 21:28; João 20:21.
  3. Devemos não só trabalhar, mas colocar toda nossa força e esforço no trablaho – Jo. 9:4; Gál. 6:9,10.

Deixe uma resposta