As Sete Liberdades do Bom Pastor – Salmos 23

Por

O homem que vive no seu suposto Livre-arbítrio, mas na verdade o homem é escravo e precisa das Liberdades que o Senhor pode lhe oferecer.

Ele deve saber que só receberá estas liberdades quando for realmente liberto pelo Grande Pastor:

  1. Liberdade da necessidade. – “O Senhor é meu pastor; do que mais eu preciso.”
  2. Liberdade da fome. – “Deitar-me faz em verdes pastas.” Isto sugere alimento com fartura e de qualidade.
  3. Liberdade da sede. – “Guia-me mansamente a águas tranqüilas.” Só aquele que convidou para “vir até Ele e beber das águas”
  4. Liberdade para a alma. – “Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do Seu nome.” – A alma é a parte mais sufocante do ser humano e seus pecados são como um grito por socorro.
  5. Liberdade do medo da morte. – “Ainda que eu andasse pelo vale das sombras da morte não temeria mal algum, porque Tu estás comigo; a Tua vara e o Teu cajado me consolam.” O último adversário do homem já foi vencido por Jesus, mas mesmo assim os cristão em grande maioria tem medo da morte.
  6. Liberdade dos inimigos. – “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos.” Quando nossos inimigos se aproximam, será somente para nos ver na mesa da refeição.
  7. Liberdade para uma vida abundante. – “Unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.” Ninguém é mais vegetativo do que um cristão que ainda não conseguiu descansar sua confiança no mestre – mas a intenção do Bom Pastor é dar vida em abundância.

Deixe uma resposta