Orando Secretamente e Orando Publicamente

O que deve marcar nossa oração é o pulsar do nosso coração e o desejo por Deus. Devemos ser espontâneos, fervorosos e reverentes como também cheios de amor.

1. A Oração pública:

a) Jesus disse que poderia ser de dois ou três – Mat. 18:19.
b) Conjunto com os discípulos – Atos 1:14.
c) Em meio a grande multidão – Luc. 1:10.
d) Envolver toda comunidade em oração – Atos 4:24-31.
e) Aproveitar todos os irmãos – Atos 12:12.
f) Deverá ser a base da família – Atos 21:5.

2. A Oração em segredo:

Aqui envolve a intimidade e problemas pessoais e de cunho interior.

a) Como Cristo o fez – Mat. 6:6.
b) Aprendendo com Moisés – Deut. 9 :25.
c) Aprendendo com Samuel – I Sam. 15:11.
d) Aprendendo com Elias – I Reis 17 :19-22.
e) Aprendendo com Daniel – Dan. 6:10.
f) Aprendendo com Pedro – Atos 10:9.
g) Aprendendo com Cornélio – Atos 10 :30.