A Conspiração de Deus Contra o Homem

Por

Olhando para as ações dos homens, fica muito fácil pensar num Deus vingativo. Podemos dar toda a razão para Deus, por “cuspir sua ira em nós” (será que Deus precisa desse nosso consentimento?).

Deus NÃO é vingativo nesse sentido, mas vamos trabalhar na suposição de que Ele realmente fosse.

Se Deus fosse vingativo, Ele não precisaria pegar cada pecado ou maldade nossa, apenas a nossa presunção seria suficiente para que Ele enviasse tragédias diárias em nossas vidas.

Contudo, Deus em Sua Palavra nos ensina que a única saída para quem passa por qualquer tragédia e ver nela não a destruição ou a conspiração de Deus contra nós.

Devemos ver apenas a benção de nos libertar dos valores inferiores e da falsa segurança as quais nos sustentavam.

Também tirar de nós a mediocridade dos pensamentos de que Deus gasta seu precioso tempo perseguindo com tragédias ou retribuindo com presentes baseando-se em nossos merecimentos. (Reflexão 49)

Deixe uma resposta